Cai a noite sorrateira

Batem as ondas do mar
Sobe a Lua feiticeira
Que encanta o meu olhar

Esperei a vida inteira
Para te poder amar
Esperei a vida inteira
Para te poder cantar

Ao meu sonho de amor
Canto esta serenata
Ocultando a minha dor

Ao ouvir as badaladas
Despertou o seu esplendor
Será sempre a minha amada

Será sempre a minha amada…

Agora, aqui diante de ti
Mais do que nunca me senti
Tão perto da minha paixão
Deixaste de ser apenas ilusão

Refrão

Será sempre o meu sonho de amor
De amor, de amor…

1998